Manifestantes protestam contra mudança de trânsito na Cidade Dutra

Manifestantes protestam contra mudança de trânsito na Cidade Dutra

Os manifestantes pedem mais participação nas decisões

Os manifestantes pedem mais participação nas decisões

(NR: Após os protestos dos moradores e comerciantes, a alteração foi revista e atualmente o trecho antes interditado para veículos particulares foi liberado no sentido bairro centro, permanecendo as demais mudanças.)
Cerca de 100 pessoas entre moradores e comerciantes da Cidade Dutra, promoveram nesta 3a. feira, 22.10.2013, um protesto contra a mudança de trânsito no bairro.

O trecho da Avenida Senador Teotonio Vilela entre as Ruas Cambuci do Vale e Avenida Jangadeiro ficou fechada para o trânsito de veículos durante grande parte da manhã , em razão da manifestação.

A motivação do protesto é o prejuízo alegado pelos comerciantes, já que com a mudança o estacionamento de veículos na Rua Padre José Garzotti está proibido. Outra alegação dos manifestantes é o comprometimento da segurança de pedestres  que circulam em grande número por aquela via, além da reclamação dos moradores do entorno, pelo aumento do fluxo de veículos em suas ruas, com todos os seus inconvenientes.

Desde a implantação do corredor de ônibus que desviou o trânsito para aquela rua, foram registrados casos de atropelamentos e acidentes, onde inclusive um motociclista acabou perdendo a vida, próximo à Praça Dona Carmela Dutra.

Além do comércio,a presença de um posto do INSS, aumenta muito o transito de idosos e pessoas com muletas e cadeiras de roda que buscam atendimento naquele local.

A Avenida Senador Teotônio Vilela, é um importante corredor de tráfego na Zona Sul, e junto com a Avenida Atlântica representa um dos principais acessos para a população que vem dos Bairros da região de Parelheiros, São José, Rio Bonito, e todo o extremo da Zona Sul em direção a Santo Amaro e Centro. A mudança implantada tem reflexo em todas as ruas do bairro, já que muitos motoristas acabam buscando alternativas e congestionando outras vias.

A implantação dos corredores de ônibus feita de forma apressada e sem consulta aos interessados, tem um alto custo para a qualidade de vida dos contribuintes sem uma contrapartida para os usuários dos serviços de transporte público. Um dos exemplos é a falta de definição das faixas de rolamento ao longo dos corredores já implantados, em que o espaço antes destinado a 2 veículos foi diminuído para apenas 1 sem a pintura e redistribuição das demais faixas, o que acaba causando desconforto e perigo para quem dirige, pois muitos motoristas desorientados insistem em ocupar uma faixa inexistente e que é reduzida de forma repentina, levando a “prensagem” dos veículos com alto risco de acidente.
É incompreensível a pressa na implantação dos corredores de ônibus e a falta de consideração com a população também representada pelos pedestres, ciclistas, motociclistas e motoristas. Resta-nos a torcida para que o bom senso prevaleça entre os nossos governantes para que suas decisões tragam benefícios sem prejuízos aos contribuintes.

Veja neste blog, a matéria de 06.09.2013 sobre as mudanças do trânsito na Cidade Dutra

Com a mudança, o estacionamento na Rua Padre José Garzotti fica proibido

Com a mudança, o estacionamento na Rua Padre José Garzotti fica proibido

Transito desviado para a Rua Cambuci do Vale
Transito desviado para a Rua Cambuci do Vale

Av Senador Teotônio Vilela deserta às 8h00 de uma 3a. feira (22.10.2013)

Av Senador Teotônio Vilela deserta às 8h00 de uma 3a. feira (22.10.2013)

Veja outras imagens do protesto de 22.10.2013

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios